sexta-feira, 16 de julho de 2010

Cristão você?



 http://i.olhares.com/data/big/239/2398945.jpg

É incrível como a cada dia aumenta o numero de pessoas que se alto denominam cristas,porem também é incrível o quanto essas pessoas não fazem nada para merecer essa denominação(não que para ser Cristão você tenha que atingir metas mais ao me ver é necessário ter um encontro com Jesus e isso causa mudança de atitudes). Não sei exatamente de quem é a culpa, se das próprias pessoas que não buscam entender a escolha que fizeram ou dos seus lideres que não guiam os novos convertidos para o caminho certo. Vejo membro acusando membro,vejo membros que não concordam com o que os seus lideres falam,membros que não aceitam que Deus quer ajuda-las a trilhar suas vidas,membros que leem toneladas de livros de títulos como: Como ser como Jesus;Passando pelas provações;vencendo as batalhas; e ate títulos mais uteis (na minha opinião logico) como: Onde esta Deus quando chega a dor ?; O evangelho mal trapilho,Cristianismo puro e simples e outros,mas não que não afeta de forma algum esses membros. ( falei em membros pois penso que elas ainda não entendem o que é ter uma vida servindo a Deus)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Escutando pela primeira vez

Esse bebê nasceu surdo, mas com 8 meses com ajuda de aparelhos ele pôde escutar pela primeira vez … Veja a felicidade da criança!

 


Demais né!



Fonte:Insoonia

quinta-feira, 8 de julho de 2010

John Piper - Teste a si mesmo: Futebol ou Cristo?

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Preocupações

Por Rick Warren
Pastor da Saddle Back Church na Califórnia
 

O que você faz quando enfrenta situações que parecem estar além de seu controle? Talvez os negócios não estejam indo bem. Quem sabe você esteja enfrentando dificuldades financeiras ou uma situação pessoal que parece desafiar sua determinação. O que você faz?  Preocupa-se?
A Bíblia oferece uma perspectiva muito interessante a respeito e sugere que, ao invés de preocupar-nos, deveríamos simplesmente ser gratos:
Filipenses 4:6 Não andem ansiosos (não se preocupem) por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.

terça-feira, 6 de julho de 2010

OS PROPÓSITOS DE DEUS

Conversando com minha mãe sobre o meu trabalho no blog, falava o quanto estou feliz em poder compartilhar com tantas pessoas os milagres que Deus têm operado em minha vida. E naquela conversa começamos a relembrar momentos difíceis que passamos, foi então que percebi que algo muito importante não havia relatado ainda...o milagre do meu nascimento.
Tudo começou no nascimento do meu irmão, minha mãe já esperava o 9º filho e por isso pretendia fazer a ligadura das trompas, mais para surpresa dela o bebê nasceu antes da data marcada, impedindo assim a cirurgia.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

“O que fazer com Jesus Cristo?” (C.S. Lewis)

Por C. S. Lewis



Reimpresso de Asking Them Questions, Third Series, editado por Ronald Selby Wright (OUP, 1950), reproduzido em Undeceptions (1971) e God in the Dock (1998).

Trad. Djair Dias Filho

“O que fazer com Jesus Cristo?”. Esta é uma questão que tem, em certo sentido, um lado desesperadoramente cômico. A figura de uma mosca sentada decidindo o que vai fazer com um elefante possui elementos cômicos. Pois a verdadeira questão não é sobre o que nós vamos fazer com Jesus Cristo, mas o que Ele vai fazer conosco. Contudo, talvez, o questionador quis dizer o que fazer com Ele no sentido de “como resolveremos o problema histórico a nós lançado pelos ditos e feitos registrados desse Homem?”. Esse problema envolve reconciliar duas coisas:

domingo, 4 de julho de 2010

John Piper – Aos Pregadores da Prosperidade: Salvem as Pessoas do Suicídio

Esse post é o segundo de uma série de doze. O conteúdo vem de “Doze Apelos aos Pregadores da Prosperidade”, que pode ser encontrado na nova edição do Let the Nations Be GladRegozijem-se as Nações, publicado pela editora Cultura Cristã*).

O apóstolo Paulo admoestou contra o desejo de ser rico. E por implicação, advertiu contra pregadores que incitam o desejo de ser rico ao invés de ajudar as pessoas a se livrarem disso. Ele alertou: “Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores.” (1Timóteo 6:9-10).

sábado, 3 de julho de 2010

Fazer a diferença

 http://solomon1.com/a/wp-content/uploads/2009/12/fazeradiferenca.jpg

A sensação que tenho ao ler a carta de Paulo a Timóteo é que estou sentado aos pés do apóstolo. A carta é viva e atual. O conselho de Paulo perpassou gerações. Ele é capaz de tocar nesta geração que deixou de mergulhar nos seus ensinamentos.

Inserido numa cultura depravada, opressora, sedutora, egoísta e que banalizava a fé cristã, Timóteo se deparou com a seguinte questão: vale a pena viver o evangelho? Será que as paixões que sinto não estão contrapondo a fé na qual fui ensinado desde a tenra idade?

Neste conjunto de fatos e realidades, eu sinto alguma ansiedade em relação ao futuro da liderança da igreja evangélica. Esta preocupação surge a partir dos valores que regem a vida dos jovens. Qual o grande desafio, então, para a juventude do terceiro milênio? Estamos “ativistas” ao invés de sermos dinâmicos. Estamos na onda, ao invés de estarmos sobre ela. Fomos envolvidos pela sociedade, ao invés de envolvê-la com o evangelho. A perda da identidade cristã em busca do ser e do ter tem feito inúmeras vítimas espirituais. Esta leitura possibilita um diagnóstico da igreja evangélica brasileira, a partir da nossa juventude comprometida com outros valores e princípios que não são eternos, mas passageiros e decepcionantes.

Esta Copa vai deixar saudade...

“Também temos saudade do que não existiu, e dói bastante” (Carlos Drummond de Andrade).

“Saudade”. Sem dúvida uma das mais belas palavras de nossa língua. Uma das únicas que não podem ser traduzidas pra nenhum outro idioma.

Embora só exista o vocábulo “saudade” em português, este sentimento é comum a todos os povos e culturas. Temos saudade do que passou, de pessoas que se foram, de experiências que vivemos, e até daquilo que fomos um dia.
Mas a pior das saudades é a saudade do futuro.

Como é possível sentir saudade do que ainda não vivemos? Que sentimento é esse?
Imaginemos a sensação que os jogadores da seleção brasileira deve estar sentindo depois de desperdiçar a oportunidade do hexa-campeonato. Saudade de um título que, no mínimo, foi adiado por mais quatro anos.
Imaginemos uma mulher grávida, que subitamente aborta o filho. Mesmo sem nunca tê-lo embalado em seu colo, nem tê-lo visto, o que ela sente é saudade. Não é saudade da barriga preponderante, mas de um futuro que jamais se concretizará. Saudade de toda expectativa investida. Saudade de um choro de criança que ela jamais ouvirá.